outubro 10, 2005

Notas de poder localizado V

Querendo recusar quem perdeu o carisma e o norte algures numa arruada de felgueiras, pobre e desavisado Porto, que se entregou à esquizofrenia regional a desuso, emprestando mais quatro anos a quem acabará por lançar a cidade ao rio, em conflito com a ideia de se manter em cima da ponte.
Querendo recusar a impertinência e a proibida posse da mulher que queria levar para casa, pobre e desavisada Lisboa, provando que até à direita se sonha o sonho operário, entregando-se ao mestre de obras de santana.
Desavisadas cidades.