maio 09, 2005

Politicamente correcto

Assinalável a comoção nacional pelo desaparecimento de Jorge Perestrelo, figura cujo maior legado ao país foram saudosas frases como "ripa na rapaqueca" e "o qué qué isso, ó meu".
Os cromos-da-bola-de-fato-de-treino-camisa-aberta-e-fios-a-arrotar-sagres-e-uma-boa-jogada tiveram o seu ícone.
Que descanse em paz e com música nos últimos minutos.