maio 10, 2005

Para a Patrícia, a minha loira verdadeira!

No arsenal de cores do meu hipermercado preferido, já cambaleando pelo peso do carro e dos 98475943 produtos que comprei sem precisar verdadeiramente, detenho-me na parte dos congelados… das pizzas… daquelas pequeninas, saborosíssimas, que só precisam de ir ao micro-ondas por 5 minutos para nos parecerem, a seguir, uma verdadeira iguaria digna da mesa do Rei Artur. Olho! Paro! E continuo a olhar, lembrando as Memórias da Minha Rua, especialmente aquelas que, em tese, não voltarei a viver. Só a lembrar e a relembrar vezes sem conta.
As pizzas foram só um pretexto para trazer à memória a indecisão entre comê-las enquanto se assistia à reposição tardia dos episódios da ‘Casa na Pradaria’ ou se se optava pelas tostinhas com pasta de atum.
E isto só nós percebemos, Loira! Tal como as lágrimas que me caíam pela cara abaixo, indiferentes aos olhares espantados das pessoas que passavam no tal hipermercado.