fevereiro 22, 2005

O psicodrama no divã



Os apelos das diversas famílias provam-nos que nem só na
arena política se cumpre o cuidado com as amarrotadas felicidades.

"Eu tenho um diabo, mas não lhe digo o que há-de fazer.
Levanta-me a mão. Escrevo. As palavras jorram para a vida.
Ela é, pois, uma mulher do diabo." Dylan Thomas

Para a Juanita.