fevereiro 22, 2005

Cortar a frio

Quando em 1987 Soares convocou eleições antecipadas, em resultado da moção de censura apresentada pelo PRD e apoiada pela esquerda parlamentar, o PSD no governo com Cavaco passou de 30% para maioria absoluta de 50%.
Quando em 2005 Sampaio levou o país a eleições, o PSD no governo com Santana passou de 40% para 29% dos votos.
Mais que qualquer decisão presidencial é sempre o voto popular que sabe ler o país.
(Com muitas dedicatórias, por estes dias)